01
abr
2021

Curiosidades Magic Kingdom

1. Estacionamento:

O estacionamento do MK é tão grande, mas tão grande que a Disneyland da Califórnia caberia no estacionamento do parque e ainda caberiam mais 500 carros. O estacionamento é dividido por personagens, e os anões estão incluídos, menos o Mestre (Doc em inglês), isso porque os projetistas acham que ele poderia ser confundido com os cais (Docks) das bolsas.

2. Walt Disney:

Ao passar pelo túnel de entrada do MK, é possível ouvir o barulho de um telégrafo, e é onde fica a mensagem de Walt Disney em código morse para os seus visitantes, que foi originalmente usada na inauguração da Disneyland, em 1955. Na estátua de Mickey e Walt (na frente do castelo), Walt está usando um anel irlandês de Claddagh no dedo anelar direito, ele e Lilian os compraram em uma viagem a Irlanda e os usavam todos os dias.

3. Main Street:

Ao entrar no parque irá passar pela Main Street, uma área que é inspirada na Main Street (todas as cidades americanas possuem uma Main Street, é como se fosse a rua do centrinho) que fica localizada na cidade de Marceline, Missouri, onde o Walt Disney cresceu. Além disso, ela possui um aroma de baunilha, mas é tão sutil que muitos não reparam e na época de Natal esse aroma muda para Hortelã. Ela foi projetada para ser levemente inclinada, trazendo a sensação de recompensa ao chegar no castelo e na saída, a caminhada do visitante fica mais fácil, já que é uma “descida”. Desde a entrada do parque até o castelo, o chão é vermelho, isso porque a Disney quer trazer a sensação de você ser uma celebridade, como se fosse um tapete vermelho. Todas as madrugadas os postes e calçadas são retocadas. No projeto inicial a Main Street teria um hotel. Ao caminhar pela Main Street, você verá alguns nomes nas janelas, alguns deles são de pessoas que trabalharam na construção da Disney e outros de empresas, como: M.T.Lott Real Estate Investments, Latin American Development, Tomahawk Properties, Ayefour Corporation, Compass East Corporation, Reedy Creek Ranch e Bay Lake Properties, essas são as empresas fictícias criadas para a aquisição do terreno da Disney World antes da área do parque tornar-se pública

4. Castelo:

Muitas pessoas acham que a estrutura do castelo da Cinderela é feita de pedras/tijolos, mas na verdade é feita de fibra de vidro (o seu interior é revestido de aço e concreto, para resistir os furacões da Flórida). Ele possui 57 metros de altura (não pode ser maior por conta de regras de construção, para não interferir no espaço aéreo), por mais que muitas pessoas achem que ele tem mais, mas é porque todo o parque é trabalhado em perspectiva, o que acaba trazendo a impressão de ele ser maior ainda, onde seus andares superiores são menores que os inferiores e os tijolos e janelas vão diminuindo de tamanho conforme a altura. No quarto andar do castelo existe uma suite, que foi idealizada por Walt Disney para ser um apartamento para ele e sua família, ele não é aberto ao público, pouquíssimas pessoas já tiveram a oportunidade de visitar (apenas convidados da Disney). A arquitetura do castelo teve como uma das principais inspirações o Castelo de Neuschwanstein, que fica na Alemanha. No projeto inicial teriam 29 torres no castelo, mas as de 13 a 17 foram retiradas do projeto, pois perceberam que elas não poderiam ser vistas de nenhum lugar do parque, a torre 10 é a mais alta (que está o relógio). Todas as moedas jogadas na fonte da Cinderela (localizada atrás do castelo) são doadas para instituições de caridade todos os anos. Existem 2 restaurantes no castelo, o Cinderella’s Royal Table e um destinado aos funcionários.

5. Mosaico na passagem do castelo:

Nas paredes da passagem interior do castelo há um mosaico de Anastasia e Drizella, uma delas tem a face vermelha (de raiva) e outra verde (inveja), esses mosaicos da passagem do castelo são feitos a partir de pedaços de 500.000 vidros em mais de 500 cores, todos banhados a ouro.

6. Piratas do Caribe:

Muitos acham que o filme do Piratas do Caribe foi quem inspirou à atração, mas na verdade foi ao contrário, o filme que foi inspirado na atração. Durante a fila, você verá dois esqueletos jogando xadrez, mas o posicionamento das peças é estratégica (que não há como terminar), trazendo a ideia de que o jogo demorará uma eternidade para acabar. A atração possui um cheiro úmido de pólvora.

7. Splash Mountain

A atração possui uma queda livre com altura equivalente a um prédio de 5 andares e uma velocidade de 65km/h.

8. Big Thunder Mountain:

Todo o equipamento decorativo da fila da atração foi trazido de minas abandonadas dos estados de Nevada e Arizona.

9. Liberty Square:

Ao passar pela área da Liberty Square, você irá ver um caminho marrom no chão, o que é isso? É um pequeno detalhe que representa o esgoto à céu aberto durante a era colonial. Além disso, para manter a essência do período colonial, a área foi construída sem banheiros.

10. Liberty Tree:

É uma árvore que fica localizada na Liberty Square, ela tem mais de 100 anos e nela estão presentes 13 lanternas penduradas, que representam as 13 colônias iniciais do EUA.

Fonte: Disney Tourist Blog.

11. Governo americano:

Sabe aquele brasão do governo americano? Antigamente ele só podia existir no Salão Oval da Casa Branca e na sala do Sino da Liberdade, mas o MK queria porque queria ter esse brasão também, então o congresso americano precisou promulgar uma lei específica para o uso da figura, ou seja, você verá este brasão em apenas 3 lugares do mundo.

12. Liberty Square Riverboat:

Nesta “atração” acontece em um barco que foi encontrado no fundo do Rio Mississipi e ele é a vapor.

13. Haunted Mansion:

Enquanto a maioria dos gramados/jardins nos parques da Disney são extremamente bem cuidados, o gramado de “A Mansão Assombrada”, uma atração do Magic Kingdom, é deixado para crescer e morrer naturalmente para assim combinar com a paisagem da atração e entrar no clima de terror. Disney sendo Disney, né? Próximo ao horário de encerramento do parque, a HM emite trovões e efeitos sonoros para avisar que está chegando a hora de ir embora. Na fila tem um órgão, ele é uma réplica fiel do que foi usado no filme “20 mil Léguas Submarinas”.

14. Atração It’s a Small World

5 Disneys (Flórida, Califórnia, Paris, Tokyo e Hong Kong) do mundo possuem essa atração. A atração existe desde a inauguração do parque, em 1971. Sua música “it’s a small world chega a tocar 1.200x por dia.

15. Mickey PhilharMagic

Conta com a maior tela de projeção com exibição regular do mundo, medindo 46m de comprimento e 8,5m de altura.

16. Prince Charming Regal Carrousel

Foi construído em 1927, pela Philadelphia Toboggan Company, que criou alguns dos mais belos cavalos da época. Foi esculpido por escultores alemães e italianos para expressar o patriotismo que prevalecia nos Estados Unidos depois da 1 Guerra Mundial. O carrossel originalmente se chamava Liberdade, e era um dos maiores carrosséis que já haviam sido construídos, com pouco mais de 18m de diâmetro. O primeiro lugar onde instalaram o carrossel foi no Detroit Space Garden park, onde ele ficou até ser restaurado na Filadélfia em 1928 e colocado no Parque Olímpico de Maplewood, Nova Jérsei, onde permaneceu durante os 39 anos seguintes.

17. Atração Pequena Sereia

Nesta atração estão presentes 183 personagens. 128 desses personagens estão na cena musical “Under the Sea”. Além disso, há mais de 20.000 plantas vivas e artificiais na decoração da atração.

18. Tomorrowland

As palmeiras futuristas da área se fecham ao anoitecer e se abrem ao alvorecer.

19. Space Mountain

O projeto da atração teve custo de 18 milhões de dólares (o custo foi maior do que todo o valor gasto na construção de Disneyland Califórnia).

20. Atrações originais:

“Country Bear Jamboree”, “Dumbo the Flying Elephant”, “Frontierland Shootin’ Arcade”, “Jungle Cruise”, “Mad Tea Party”, “Peter Pan’s Flight”, “Prince Charming Regal Carrousel”, “Swiss Family Treehouse”, “The Hall of Presidents”, “The Haunted Mansion”, “Tomorrowland Speedway”, “Walt Disney World Railroad”, “Walt Disney’s Enchanted Tiki Room” e “It’s a Small World”.

21. Paradas e desfiles

Sensores de movimento são incorporados na calçada dos parques para que os carros alegóricos possam permanecer na pista durante as paradas.

22. Happily Ever After:

O show custa em média por dia de US$30.000. Toda a projeção de imagens que é passada no castelo, é feita através de projetores que ficam em cima do Casey´s Conner.

23. Achados e Perdidos:

Todos os dias são achados quase 100 óculos de sol apenas no MK.

24. Fotos:

Um estudo feito pela Kodak revelou que o chão afeta nas fotos, por isso eles são tão coloridos, para deixar as suas fotos mais bonitas.

25. Túnel:

Você sabia que existe uma espécie de túnel embaixo do Magic Kingdom? Isso porque quando Walt Disney projetou o MK, ele já havia inaugurado a Disney na Califórnia e lá os personagens ficavam transitando no meio do público e isso o incomodava muito, pois as vezes você poderia ver um personagem da área de Adventureland passando pela Tomorrowland (o que acabava estragando a magia que o parque queria tanto transmitir), é por isso que você nunca vai ver um personagem da Fantasyland andando pela Adventureland por exemplo.

Para o seu próximo parque, ele não queria que isso acontecesse, então planejou essa nova “estrutura”. Este túnel possui 1,5km de catacumbas, chamadas Utilidors System, onde se encontram o cérebro e o corpo de uma infinidade de salas, armazéns, centros experimentais de nutrição e controles de computação do Reino Mágico, assim como o maior guarda-roupa artístico do mundo, os restaurantes dos funcionários, cabeleireiros… Esses Utilidors permitem fácil acesso dos funcionários a bastidores, sistemas utilitários e áreas de armazenamento. Além disso, toda a coleta de lixo é feita pelo subsolo. Os refugos são depositados em 17 pontos de recepção e sugados a cada 15min por tubos pneumáticos de 24 polegadas a uma velocidade de 90km/h e depositados em uma estação central computadorizada.

Lá é onde fica localizado o sistema AVAC também (muito usado nos EUA), que pode retirar o lixo de todo parque e depois através de um túnel, todo esse lixo é reciclado, o que é bem legal, já que eles produzem muitas toneladas de lixo por dia.

Infelizmente esse túnel não é aberto ao público, você só poderá visitá-lo caso feche algum tour privado da própria Disney. Eu conheci esse túnel quando fiz o Backstage Magic Tour (sai por volta de US$400 por pessoa e dura umas 8 horas), aconselhamos esse Tour apenas para aqueles que já foram várias vezes para a Disney e os que realmente se interessam a saber como as coisas funcionam por trás da magia.

26. Casamento:

Você pode casar no MK, sabia? Mas digamos que é um pouquinho salgado.

27. Tamanho

Anda-se em média de 12 a 15km por dia no Magic Kingdom. O parque foi projetado de forma que quando um visitante está em uma das áreas temáticas, não dê para ver/ouvir outra área.

28. No início…

Em 1971, quando o parque foi inaugurado, não existia ingresso como os de hoje, o visitante tinha que pagar para ir nas atrações, o valor era de 10 a 90 centavos. Nos anos 80, foi adotado o “day passaport” (atualmente o ingresso normal), que custava U$15,00.

29. Gasto de energia:

O parque produz sua própria energia, ela vem do sol e do gás metano vindo do lixo produzido no parques. O gasto de energia equivale ao de uma pequena cidade.

30. Lotação:

O parque é o mais visitado do mundo, em 2019 recebeu mais de 20 milhões de visitantes.

31. Natal no Magic Kingdom:

Na época de Natal, o parque ganha 1500 árvores de natal e milhares de guirlandas.

32. Como a Disney afetou Orlando

Um estudo comparativo entre os anos de 70 e 90 mostrou que a população cresceu de 450 mil para mais de 1 milhão de habitantes. O tráfego aéreo aumentou de 1 milhão de passageiros para 7,2 milhões. O número de quartos de hotéis passou de quase 4 mil para mais de 100 mil, com ocupação média de 84%. A mão-de-obra teve aumento impressionante: passou de 185 mil trabalhadores para mais de 600 mil, sendo hoje a maior cidade empregadora dos EUA. As vendas no varejo ultrapassaram os US$8 trilhões anuais, levando Orlando, do 75 para o 18 lugar no mercado norte-americano. E o turismo no estado da Flórida cresceu de 23 milhões para mais de 50 milhões de pessoas.